Neste mês de novembro todos nós somos convidados a meditar a nossa responsabilidade e participação na comunidade Cristã através do Reconhecimento e Devolução do Dízimo. Sabemos que “todos os dízimos da terra são propriedades do Senhor” (cf Lv 27,30) e por isso a nossa fidelidade deve ser constante. Sendo assim nos comprometemos de forma direta com o anúncio do Evangelho difundido por meio da Igreja que é corpo místico de Cristo, e é na Igreja que devolvemos a Deus o dízimo de tudo que Ele nos dá: “Trazei integralmente o dízimo ao tesouro do templo. Que haja alimento na minha Casa” (cf Ml 3,10).

    Não podemos deixar de progredir na consciência sobre o nosso papel na comunidade. Estamos construindo juntos o nosso céu e estamos contribuindo para que outras pessoas distantes ou que se afastaram da nossa religião percebam o chamado que Deus lhes faz insistentemente e assim experimentem a vida nova que traz a conversão e a convivência fraterna entre irmãos – filhos do mesmo Pai Celeste.

    Quanto mais conscientes, mais nos sentimos corresponsáveis pelo dinamismo da comunidade e mais contribuímos em todos os sentidos para que o Evangelho, de fato, seja proclamado a todas as gentes.

    Aproveitemos este Mês Arquidiocesano de Conscientização sobre o Dízimo, para nos aprofundar na importância e no valor que tem um dizimista para a construção do Reino de Deus em nosso meio. Ser Dizimista é questão de fé!

    Se você ainda não realizou essa experiência de fé, procure o Plantão do Dízimo em sua paróquia, Praça Cesário Alvim, 49 - centro, telefone: (32) 3251-4839 e faça sua carteirinha.

    topo da página